15 dezembro 2011

AMOR DE FILHO...


“Amo a minha mãe. Ela está no meu coração e, nele, permanecerá para todo o sempre. Mamãe educou-me com a força e a luz do seu amor. A última vez que a vi, véspera de sua partida, ela já não sentia a minha presença física. Eu a beijei e chorei, até que me lembrei que ela não queria que papai, Andrei e eu sofrêssemos tanto com a sua ausência. Hoje, tendo vivido um ano de saudades, posso dizer que parte da minha felicidade é devida às boas lembranças que tenho do seu colo que me aconchegava, das suas mãos, que me acariciavam e do seu amor que me fez uma pessoa de bem. Agradeço a Deus pela Mãe que me deu".

Vassili S. Barinov Gurgel (Filho)